Tribunal do Júri condena acusados de assassinar mulher na frente do filho em Adamantina

  • 24/11/2021
(Foto: Reprodução)
Mara Jaqueline Flor dos Santos foi morta com facada no pescoço, no ano de 2019. Total das penas passam de 32 anos. Tribunal do Júri condenou acusados de assassinar mulher na frente do filho em Adamantina Portal Siga Mais O Tribunal do Júri condenou nesta quarta-feira (24) os dois homens acusados de assassinar uma mulher no ano de 2019, em Adamantina (SP). Mara Jaqueline Flor dos Santos foi morta na frente do próprio filho. Jorge Marcelo Barreto, de 35 anos, foi condenado a uma pena de 22 anos, dois meses e 20 dias de prisão. Já Rafael da Silva Firmino, de 22 anos, teve uma pena de dez anos e oito meses. Ainda cabe recurso de apelação no Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo (TJ-SP). LEIA TAMBÉM: Na frente do filho, mulher é morta a facada pelo ex-companheiro, em Adamantina O caso Mara Jaqueline Flor dos Santos, de 29 anos, foi morta pelo ex-companheiro Jorge Marcelo Barreto, na noite de 10 de setembro de 2019, no Jardim Primavera, em Adamantina. A vítima foi atingida no pescoço por uma faca, na frente do filho. Ela morava na casa da irmã. O caso foi registrado na Polícia Civil como feminicídio. Quando os policiais chegaram ao local, encontraram a vítima caída na porta da cozinha, com intenso sangramento. Ela chegou a ser socorrida e levada ao Pronto-socorro pelo Corpo de Bombeiros, mas chegou sem vida à unidade. De acordo com registro da ocorrência, os policiais apuraram preliminarmente que a vítima havia se separado do suspeito e, conforme o relato da irmã, chegou a se mudar de casa várias vezes, pois o homem sempre a perturbava. A irmã da vítima contou ainda que, na noite do crime, o homem enviou uma mensagem à vítima dizendo que precisava de um documento do filho dela, que ele assumiu e registrou em seu nome. Segundo relatou a testemunha, o indivíduo disse que tinha a intenção de tirar seu nome do registro da criança, pois não queria mais vínculo com ela. Assim, combinou de se encontrar com a vítima em uma esquina da rua. Júri condena acusados de assassinar mulher em Adamantina Porém, com receio de alguma atitude violenta contra a mulher, a irmã da vítima disse que levaria a certidão de nascimento no lugar dela e foi o que aconteceu. Pouco tempo depois, o ex-companheiro mandou outra mensagem à ex-mulher dizendo que ela poderia ir buscar o documento, no mesmo ponto. Novamente, quem foi ao local foi a irmã da vítima. Contudo, no momento, um amigo da família contou que a mulher havia sido esfaqueada. A irmã soube pelo amigo da família que o indivíduo chegou na varanda da casa e pediu à ex-companheira para pegar o filho no colo. A mulher lhe entregou a criança. O homem devolveu o filho e, em seguida, pegou uma faca e atingiu a vítima no pescoço. A mulher ainda conseguiu entrar na casa e colocar a criança no carrinho, mas caiu na porta da cozinha, onde permaneceu até a chegada da polícia. O homem fugiu do local depois do crime com a ajuda de Rafael. VÍDEOS: Tudo sobre a região de Presidente Prudente Veja mais notícias em g1 Presidente Prudente e Região.

FONTE: https://g1.globo.com/sp/presidente-prudente-regiao/noticia/2021/11/24/tribunal-do-juri-condena-acusados-de-assassinar-mulher-na-frente-do-filho-em-adamantina.ghtml


#Compartilhe

Aplicativos


Locutor no Ar

Peça Sua Música

Top 5

top1
1. Birds

Imagine Dragons

top2
2. Señorita

Shawn Mendes, Camila Cabello

top3
3. Mudei

Kell Smith

top4
4. Tijolinho Por Tijolinho

Enzo Rabelo

top5
5. Verdades do Tempo

Tiago Brado

Anunciantes